O MUNDO É LARANJA!

Cultura do Resto do Mundo esteve cara a cara com o Rei da Holanda para a maior festa do país. Uma seleção com 10 bandas, músicos e artistas holandeses que vão pintar sua casa de laranja e celebrar o lendário Dia do Rei.


Por FELIPE VIVEIROS*


Você tem roupas laranja no seu guarda-roupa? Então prepare-se porque hoje é Koningsdag, o Dia do Rei na Holanda!


O Dia do Rei – 27 de abril – é feriado nacional nos Países Baixos. Não há nenhum holandês que fique em casa. Todos vestem a alma de laranja e saem às ruas para comemorar o aniversário do Rei Willem-Alexander. As bandeiras, perucas, rostos e até o céu brilham com a cor que honra a família real de Orange-Nassau.


O Dia do Rei, antigamente, era celebrado como “Dia da Rainha”, em homenagem às sucessivas monarcas desde que o feriado nacional começou, no final dos anos 1880. Entretanto, 2014 foi o primeiro ano a celebrar o famoso feriado nacional como “Dia do Rei”, após a coroação de Willem-Alexander em 2013, o primeiro rei holandês desde 1890.


Ver a realeza de perto é parte da festividade e todo ano o rei visita uma cidade diferente no país. Em 2018, Willem-Alexander e a rainha Máxima visitaram a cidade de Groningen, que não recebia a família real desde 2004. Nós, da Cultura do Resto do Mundo, tivemos o privilégio de participar do evento, tiramos fotos e cumprimentamos de perto o rei, a rainha e suas filhas.


fotos: Arquivo Cultura do Resto do Mundo


Para quem pensa que as atividades estão abertas apenas aos membros da realeza, está enganado. A festa é de todos! Groningen é a cidade mais jovem da Holanda, com a média de idade em torno de 36 anos. A Universidade de Groningen participou, ativamente, na organização para dar ao Rei e ao público a melhor experiência de como é a vida na cidade universitária. Os visitantes internacionais experimentam um clima de universo paralelo, com muito laranja e bastante organizado para uma boa desordem. É festa!


fotos: Arquivo Cultura do Resto do Mundo


Os holandeses já iniciam as comemorações do aniversário real, na noite anterior. As celebrações começam na véspera do Dia do Rei, ou King's Night – com cerveja e música que não param por 24 horas. Artistas de rua, DJs e palcos enormes só aquietam quando o aniversário do Rei termina. No ano em que estivemos no evento, mais de 80.000 pessoas foram movidas pelo som de vários músicos e bandas, símbolos da Holanda. Os cantores quebram a distância com público e são encorajados a cantar também pelas ruas, para dar ao Rei a melhor – e maior – festa de aniversário que alguém pode ter.


Cultura do Resto do Mundo traz para vocês uma seleção com 10 bandas, músicos e artistas holandeses que fizeram parte dessa nossa experiência, para que você possa pintar sua vida de laranja e celebrar o lendário Dia do Rei na sua casa. Que comece e festa!


DI-RECT


Uma das grandes apresentações que compunha o line up do Dia do Rei, em Groningen, foi da banda DI-RECT. Direto de Haia, os músicos estão na ativa desde 1999 com mistura divertida de rock, pop e pop punkque fez os estrangeiros dançarem em laranja.



Iguana Death Cult


Meninos de Roterdã, Iguana Death Cult faz rock de garagem com flertes psicodélicos. A música do grupo tem energia contagiante com suporte de vocais carregados, bateria firme e guitarras que reverberam no show e nas paredes de seu quarto.



My Baby


Nos últimos cinco anos, My Baby vem desenvolvendo um estilo distinto que funde os ritmos do blues com gingadas ao estilo funk. Seu EP, Remedy II, tem faixas hipnóticas que lembram um southern rock norte-americano.



Orange Skyline


Direto de Amsterdam, a banda indie Orange Skyline tem o nome e a sonoridade perfeitos para o Dia do Rei, na Holanda. Uma das grandes atrações que vimos, e de perto, no feriado nacional em Groningen. O grupo inspira-se nas bandas dos anos 1960, com canções inteligentes e um som altamente reconhecível.



De Staat


Banda de rock alternativo formada na cidade de Nijmegen, De Staat já foi banda de abertura dos britânicos do Muse em sua turnê mundial em Portugal, Alemanha, Bélgica, Itália e Espanha. Rock dançante e sucesso absoluto, o grupo não pode ficar fora das suas festas ou playlists.



Roosbeef


Grupo da pequena cidade Duiven, que tem como frontwoman a cantora e compositora Roos Rebergen, Roosbeef é aclamado pela letra original e estilo único. O conjunto é pura música pop melódica com toque de crueza.



Eefie de Visser


Vencedora do Grote Prijs van Nederland, um concurso nacional para músicos, Eefie de Visser lançou seu primeiro álbum De Koek, em 2011. A artista, além de ser uma escolha certa para o Dia do Rei, foi destaque em três grandes festivais holandeses como Oerol, Lowlands e o Uitmarkt.



The Kik


Grupo musical notável por prestar homenagem à música beat da década de 1960, The Kik surpreende com letras em idioma holandês. O grupo lançou seu primeiro álbum em 2012 e, rapidamente, recebeu atenção nacional.



Kensinton


Amigos próximos do Rei e da Rainha da Holanda, Kensington é uma das bandas mais famosas do país. Já fomos aos shows do grupo três vezes: em 2014, no Gurten Festival em Berna (Suíça), em 2017 nas ruínas romanas da Augusta Raurica (Suíça) e em 2018, no Dia do Rei em Groningen (Holanda). Com cinco álbuns de estúdio: Borders, Vultures, Rivals, Control e Time, as princesas da Holanda sabem as letras de cor.



The Black Atlantic


Direto da própria Groningen, The Black Atlantic faz sucesso na cidade natal com um pop acústico diferenciado. O frontman da banda é o cantor-compositor Geert van der Velde, ex-vocalista da banda norte-americana de hardcore, a Shai Hulud.


*Felipe Viveiros, graduado em Relações Internacionais pela PUC-SP, tem extensão universitária em Comunicação Empresarial pela Universidade da Colúmbia Britânica (Canadá) e é mestre em Relações Internacionais e Organização Internacional pela Universidade de Groningen (Holanda).


  • Facebook
  • Instagram
  • Spotify