Bem vindo à Cultura do Resto do Mundo, sua revista online dedicada à indústria criativa e de entretenimento em todos os continentes. Aqui você encontra, toda quarta-feira, artigos exclusivos que, pela música e cinema de todos os cantos da Terra, discutem história, política, economia e sociedade. Cultura do Resto do Mundo é o seu refúgio do mainstream. Um espaço democrático internacional, onde todos os continentes fazem parte do seu repertório. Este site chegou para derrubar muros, desconstruir preconceitos e fazer perceber que nós somos muito mais parte deste planeta do que imaginamos.

Nossos maestros são das Bermudas, nossos ídolos vêm do Saara Ocidental. O rap aqui é vietnamita, os melhores DJs são do Haiti, nossas tardes de cinema acontecem nas montanhas do Nepal. As bandas que você vai escutar são do Oriente Médio, os filmes que vão fazer sua cabeça são da Oceania e o continente estrela do tapete vermelho é a África.

Siga-nos no Instagram para dicas de bandas e filmes ou soltem o play em nossas playlists dos sete continentes no Spotify. Saia da bolha e venha descobrir o que está acontecendo no planeta em volta de você!

proposta

autor

Desde quando a memória permite alcançar, sempre quis conhecer os mistérios do que havia para muito além do meu quarto. O que acontecia do lado de fora da minha casa, como eram as ruas que circundavam meu bairro e como as pessoas viviam ao redor da avenida onde eu morava. Nasci em São Paulo e, logo cedo, percebi que essa cidade era um mundo. Influenciado pelo meu pai, mergulhei desde criança em um caldeirão de cultura. E isso ampliava-se às atividades que aconteciam em outras regiões, criadas por pessoas diferentes, por comunidades de imigrantes. Eu me aventurava pelas vielas que levassem para longe do que era o apenas conhecido e que trouxessem o prazer de algo novo. A cidade aumentava a cada descoberta, mas também diminuía conforme eu crescia.

 

Agora, mais que nunca, a Internet permite que você vá para muito além do que o seu lugar oferece. É possível visitar um país novo a cada dia, andar virtualmente por uma metrópole de um dos sete continentes. Ou, ainda melhor, imergir em uma vida que não seja a sua. Seja dentro ou fora de casa, você pode viver várias vidas. Até mesmo em diferentes línguas. E absorver: A cultura do resto do mundo.

*Felipe Viveiros, graduado em Relações Internacionais pela PUC-SP, tem extensão universitária em Comunicação Empresarial pela Universidade da Colúmbia Britânica (Canadá) e é mestre em Relações Internacionais e Organização Internacional pela Universidade de Groningen (Holanda).

  • Facebook
  • Instagram
  • Spotify