Halloween 2021: O mundo é um terror!

Da Polônia à Uganda, da Arábia Saudita à Malásia. Terror musical, mítico, psicológico, slasher, carnívoro.


Por FELIPE VIVEIROS*


Embora as tradições de Halloween tenham origem em antigas festividades celtas de colheita, provavelmente de raízes pagãs, o "Dia das Bruxas" como é conhecido no Brasil tem se popularizado cada vez mais, quer pela influência de filmes norte-americanos ou, ainda, como celebração apenas comercial. E não se iluda. O Halloween não é uma tradição forte somente nos EUA, mas é comemorado de modo amplo também no resto do mundo.


Seja na Escócia, Irlanda, México, Canadá, Equador, Chile, Japão ou até nas Filipinas, o dia 31 de outubro está reservado para muita diversão com doçuras e travessuras, abóboras esculpidas, casas assombradas, maças caramelizadas, contos e filmes de terror. Claro, e muito sangue...


Está na hora de ampliar os horizontes, porque cineastas da Ásia, da África, da Oceania e da Europa são muito talentosos quando o assunto é provocar, torturar e assustar nesse dia tão especial. Prepare-se para tremer seu corpo, manter seu estado de atenção e soltar os mais genuínos gritos na sua sala de TV.


Apague as luzes, pegue a pipoca e viaje pelo mais variado mundo do terror com a nossa seleção de grandes filmes do gênero. Você tem muitos motivos para curtir o Halloween.


Kandisha (2020)

País: França

Estilo: Terror folclórico


Dos diretores Julien Maury e Alexandre Bustillo, Kandisha retoma a lenda de Aicha Kandisha, um djinn – “gênio” em português – do folclore marroquino. O resgate cultural do filme tem um aspecto sinistro ao levar a entidade norte-africana às ruas e às casas de uma pacata cidade da França.



Madayen (2019)

País: Arábia Saudita

Estilo: Terror mítico


Uma verdadeira produção indie do Oriente Médio, Madayen conta a história de três jovens que partem para as ruínas de Madayen Saleh, no norte da Arábia Saudita. O grupo é surpreendido ao descobrir as verdades por trás desse lugar mítico considerado, depois de Petra na Jordânia, como “o sítio arqueológico mais importante do antigo povo Nabateu”.



122 (2019)

País: Egito

Estilo: Terror psicológico


No Egito, o “122” é o ramal para emergências. A trama de 122 traz a tentativa de um médico para provar sua inocência em um assassinato. O horror está em fugir do lugar mais seguro que existe: o hospital. Ao lidar com tráfico de órgãos, conservadorismo e corrupção, o filme de Yasir Al Yasiri foi um sucesso de bilheteria no Egito.



Fight For Life: Zombie Infection (2016)

País: Malásia

Estilo: Terror indígena


Não se precipite. Fight For Life: Zombie Infection não é como qualquer filme de zumbis. O filme é o primeiro do mundo a ter no elenco atores indígenas da etnia Iban, descendentes dos povos da ilha de Bórneu. O terror é político. Uma misteriosa organização oferece “tratamentos médicos gratuitos” aos habitantes locais, como fachada para experimentos científicos ilegais com as comunidades nativas.



Bunjako (2016)

País: Uganda

Estilo: Terror carnívoro


Aproveite a chance. Do aclamado diretor Kizito Samuel Saviour, Bunjako é o único filme de terror de Uganda. Uma história assombrada sobre universitários que, acampados perto de uma floresta, são surpreendidos por um espírito maligno e devoradores de carne que se escondem nas grossas árvores do continente africano.



The Lure (2015)

País: Polônia

Estilo: Terror musical


Terror é música para os seus ouvidos? No filme de estreia da diretora Agnieszka Smoczyńska, duas irmãs sereias emergem das águas para os cabarés da Polônia alternativa dos anos 1980. Com uma trilha sonora de sintetizadores, danças e sets luxuosos, The Lure aborda os temas da sexualidade feminina, exploração humana e as selvagens responsabilidades da vida adulta.



The Loved Ones (2009)

País: Austrália

Estilo: Terror emocional


The Loved Ones é a mistura única de raiva adolescente, tortura e melodrama. Um jovem rejeita o convite de uma garota para o baile de formatura, sua recusa se transforma em uma espiral de pesadelos nas mãos da pretendente. O diretor Sean Byrne intercala momentos intensos e cômicos, encorajando medo e riso em verdadeira montanha-russa de emoções.



Macabre (2009)

País: Indonésia

Estilo: Terror slasher


Conhecido como o melhor filme slasher da Indonésia, Macabre conta a história de um grupo de amigos que oferecem carona a uma senhora que alega ter sido assaltada. A gentil atitude leva os jovens para uma estrada sombria de acontecimentos que fogem do óbvio no cinema asiático. A produção, dirigida pelos Irmãos Mo, é inspirada em slashersdo início dos anos 1980 e conta com matanças coreografadas de maneira hábil – a dança da morte.


*Felipe Viveiros, graduado em Relações Internacionais pela PUC-SP, tem extensão universitária em Comunicação Empresarial pela Universidade da Colúmbia Britânica (Canadá) e é mestre em Relações Internacionais e Organização Internacional pela Universidade de Groningen (Holanda).

  • Facebook
  • Instagram
  • Spotify