Rapstrália

Grupos de rap da Austrália que vão levantar o seu astral. A trilha sonora da sua casa, de Sidney a Perth, de Melbourne a Adelaide.


Por FELIPE VIVEIROS*


Drapht

Estilo: pop-rap, rap alternativo e hip-hop australiano.


Com milhões de plays no Spotify e no Youtube, Drapht é um artista consolidado na cena do hip-hop australiano. Direto das ruas de Perth, na Costa Oeste do país, o músico é integrante do coletivo Syllabolix (SBX) e filho de um baterista de jazz. Seu nome artístico é baseado na cerveja Swan Draught, da Austrália Ocidental, e seu sucesso já rendeu discos de platina com prêmios nacionais e internacionais. Sua música tem batidas upbeat, com claras influências do rock e do pop, e é ideal para quem gosta de uma fusão animada de gêneros musicais.



Hilltop Hoods

Estilo: breakbeat, rap rock, avant-garde hip hop.


Verdadeiros reis do hip-hop, Hilltop Hoods se formou na década de 1990 em Adelaide, no Sul do país. Seis dos seus oito álbuns alcançaram o TOP 1, o que rendeu aos músicos o recorde de maior número de álbuns TOP 1 já alcançado por um grupo australiano. A banda é composta por dois rappers e um DJ, e continua ativa com circuitos pela Oceania e outros continentes. O conjunto fez parte da turnê do rapper norte-americano Eminem na Austrália e é a pedida certa para apreciadores de música instrumentada, rápida, divertida e com muito swing.



Bliss n Eso

Estilo: freestyle rap, turntablism e beat boxing.


Trio de hip-hop australiano de Sidney, Bliss n Eso são sucesso absoluto com milhões de plays distribuídos pelo Spotify e Youtube. Com seis álbuns de estúdio e três estreias no TOP 1 das paradas australianas, o grupo já conquistou diversos prêmios nacionais por seus criativos singles e videoclipes. O conjunto é composto por dois MCs e um DJ consagrados, tendo conquistado discos de ouro e de platina nos últimos anos. Sua música é ideal para quem busca um repertório de muito ritmo e energia com rimas fluidas, beat boxing e freestyling.



360

Estilo: electro hop, pop-rap, glitch hop.


Matthew James Colwell, mais conhecido como “360”, é um artista revelação da última década do rap australiano. Com quatro álbuns de estúdio, vários discos de platina e prêmios Music Awards do país, o rapper transita pelo gênero do hip-hop com influências eletrônica, vintage e acústica. Natural da cidade de Melbourne, 360 é um grande compositor de histórias e suas letras combinam criatividade com ganchos líricos voltados ao pop. Perfeito para quem quer relaxar e viajar em um som leve, colorido e descontraído.



Urthboy

Estilo: breakbeat, experimental hip-hop, trip hop.


MC e produtor musical da região de Blue Mountains, em New South Wales, Urthboy é amplamente conhecido na cena do hip-hop underground australiano. Membro fundador do grupo The Herd e manager da gravadora Elefant Traks, o rapper tem cinco álbuns solo e cinco álbuns de estúdio, gravados com sua banda. Aclamado no underground por melodias cativantes e criativas, Urthboy já trabalhou com a compositora africana Sampa the Great e a dupla de hip-hop eletrônico Hermitude. A sonoridade do rapper é indicada para quem busca um som pop, mas experimental com samples de funk, jazz e R&B.


*Felipe Viveiros, graduado em Relações Internacionais pela PUC-SP, tem extensão universitária em Comunicação Empresarial pela Universidade da Colúmbia Britânica (Canadá) e é mestre em Relações Internacionais e Organização Internacional pela Universidade de Groningen (Holanda).

DO RESTO DO MUNDO

cultura

  • Facebook
  • Instagram
  • Spotify

Copyright © 2020 Cultura do Resto do Mundo.

Todos Direitos Reservados. Arte do Site: Viviane Seeger.

  • Facebook
  • Instagram
  • Spotify