5 rappers vietnamitas que você precisa escutar.

Gostou de Đen Vâu? A cultura do hip-hop está em plena ascensão no país asiático e socialista.


Por FELIPE VIVEIROS*


Suboi


Com uma impressionante carreira de sucessos ao longo de 10 anos, Suboi é reconhecida por seu talento e dedicação desde sua estreia em 2005, aos 15 anos de idade. A maioria de suas canções expressa respeito pela cidade natal de Ho Chi Minh e abraça, desde o trânsito caótico, até a típica comida de rua. Suboi já fez rap ao vivo para o ex-presidente norte-americano Barack Obama, quando de sua visita a Ho Chi Minh, em 2016.



Binz


Colecionador de hits, Binz é um rapper cujos lançamentos musicais são sempre recebidos com atenção, tanto do público underground, quanto do mainstream. Seus videoclipes são recheados de sex appeal, referências da moda urbana vietnamita e letras poéticas. O título da canção Bigcitiboi – em português, “Menino da Cidade Grande“ – se tornou, inclusive, um de seus apelidos na cena.



Rhymastic


Formado em arquitetura, Rhymastic embarcou em sua carreira como produtor musical de hip-hop, R&B e soul por pura paixão. O rapper, de maneira rápida, conquistou a fama no underground e venceu diversas batalhas amadoras de rap, pelas quais foi elogiado pelo público. Com um fluxo único e boas habilidades líricas, seu jogo de palavras envolve, em faixas como Giàu Sang, um eletrofunk sobre o poder do dinheiro na sociedade socialista vietnamita.



Lil Knight


Iniciando sua carreira como artista profissional de hip-hop em 2001, Lil Knight – também conhecido como LK – é creditado como o pioneiro do crescimento do rap vietnamita. O tom rouco de LK em suas trilhas sonoras sobre o amor e a vida urbana, como na canção Hà Nội Xịn, enfatizam seus versos melódicos. As aparições regulares nos grandes palcos e seu enorme sucesso deram vida ao cenário do rap local nos últimos anos.



Bigdaddy


Ex-membro do grupo de hip-hop Hanoi Ladykillah, BigDaddy tem feito grandes progressos no gênero desde que começou a lançar músicas, em 2007. Grande parte de suas canções apresentam uma harmônica mescla entre rap e R&B. Um de seus maiores sucessos, Tình Yêu Màu Nắng, é uma oportunidade para conhecer as culturas e paisagens étnicas do Vietnã.


*Felipe Viveiros, graduado em Relações Internacionais pela PUC-SP, tem extensão universitária em Comunicação Empresarial pela Universidade da Colúmbia Britânica (Canadá) e é mestre em Relações Internacionais e Organização Internacional pela Universidade de Groningen (Holanda).

  • Facebook
  • Instagram
  • Spotify